A FRAUDE do aquecimento global antropogênico é provada mais uma vez.

Caros Leitores,

É! Mais uma vez um Doutor em Física se manifesta contra essa fraude do aquecimento global antropogênico.

Um membro da Sociedade Americana de Física, pede para ser deligado por perceber que não está sendo feita a boa e velha ciência de verdade.

Abaixo, segue o vídeo com os meus comentários e carta traduzida e original do Dr Hal Lewis.

https://www.youtube.com/watch?v=2xOPH9J2re0&feature=youtu.be

Enviado: sexta-feira, 08 de outubro de 2010 17:19 Hal Lewis
De: Hal Lewis, Universidade da Califórnia, Santa Bárbara
Para: Curtis G. Callan, Jr., Princeton University, presidente da American Physical Society
6 de outubro de 2010

Caro Curt:

Quando entrei na Sociedade Americana de Física há sessenta e sete anos, era muito menor, muito mais suave e ainda não corrompido pela inundação do dinheiro (uma ameaça que Dwight Eisenhower advertiu há meio século).

Na verdade, a escolha da física como profissão era então um garante de uma vida de pobreza e abstinência – era a Segunda Guerra Mundial que mudou tudo isso. A perspectiva de ganho mundano levou poucos físicos. Há apenas trinta e cinco anos, quando eu presidi o primeiro estudo APS de uma questão social / científica contenciosa, The Reactor Safety Study, embora houvesse fanáticos em parte externa, não havia nenhuma sugestão de pressão excessiva sobre nós como físicos. Conseguimos, portanto, produzir o que eu acreditava e era uma avaliação honesta da situação naquele momento. Nós fomos ainda habilitados pela presença de um comitê de supervisão composto por Pief Panofsky, Vicki Weisskopf e Hans Bethe, todos os físicos imponentes irrepreensíveis. Eu estava orgulhoso do que fizemos em uma atmosfera carregada. No final, o comitê de supervisão, em seu relatório ao presidente da APS, observou a independência completa em que fizemos o trabalho e prevíamos que o relatório seria atacado de ambos os lados. Qual maior tributo poderia haver?

Quão diferente é agora. Os gigantes já não andam pela terra, e a inundação do dinheiro tornou-se a razão de ser de muita pesquisa física, o sustento vital de muito mais, e fornece o suporte para um número incalculável de empregos profissionais. Por razões que logo se tornarão claras, meu ex-orgulho de ser um Companheiro da APS, todos esses anos se tornaram envergonhados, e eu sou forçado, sem prazer, em oferecer-lhe minha renúncia da Sociedade.

É claro, o golpe do aquecimento global, com (literalmente) trilhões de dólares que o conduzem, que corrompeu tantos cientistas e levou a APS antes disso como uma onda desonesta. É a maior e mais bem sucedida fraude pseudocientífica que eu vi na minha longa vida como Físico. Qualquer um que tenha a menor dúvida de que isso é tão forte deve obrigar-se a ler os documentos do ClimateGate, o que o deixa nu. (O livro de Montford organiza os fatos muito bem.) Eu não acredito que nenhum físico real, nem cientista, possa ler essas coisas sem repulsa. Eu quase conseguiria que a repugnância fosse uma definição da palavra cientista.

Então, o que a APS, como organização, fez frente a esse desafio? Aceitou a corrupção como norma e foi junto com ela …

Sinto a necessidade de adicionar uma nota, e isso é uma conjectura, já que é sempre arriscado discutir os motivos de outras pessoas. Esta programação no APS HQ é tão bizarra que não pode haver uma explicação simples para isso. Alguns consideraram que os físicos de hoje não são tão inteligentes como costumavam ser, mas não acho que seja o problema. Eu acho que é o dinheiro, exatamente o que Eisenhower advertiu há cerca de meio século. Na verdade, há trilhões de dólares envolvidos, para não falar da fama e da glória (e viagens frequentes para ilhas exóticas) que vão ser membros do clube.

Abaixo, segue a versão original em inglês.

Sent: Friday, 08 October 2010 17:19 Hal Lewis
From: Hal Lewis, University of California, Santa Barbara
To: Curtis G. Callan, Jr., Princeton University, President of the American Physical Society
6 October 2010

Dear Curt:

When I first joined the American Physical Society sixty-seven years ago it was much smaller, much gentler, and as yet uncorrupted by the money flood (a threat against which Dwight Eisenhower warned a half-century ago).

Indeed, the choice of physics as a profession was then a guarantor of a life of poverty and abstinence – it was World War II that changed all that. The prospect of worldly gain drove few physicists. As recently as thirty-five years ago, when I chaired the first APS study of a contentious social/scientific issue, The Reactor Safety Study, though there were zealots aplenty on the outside there was no hint of inordinate pressure on us as physicists. We were therefore able to produce what I believe was and is an honest appraisal of the situation at that time. We were further enabled by the presence of an oversight committee consisting of Pief Panofsky, Vicki Weisskopf, and Hans Bethe, all towering physicists beyond reproach. I was proud of what we did in a charged atmosphere. In the end the oversight committee, in its report to the APS President, noted the complete independence in which we did the job, and predicted that the report would be attacked from both sides. What greater tribute could there be?

How different it is now. The giants no longer walk the earth, and the money flood has become the raison d’être of much physics research, the vital sustenance of much more, and it provides the support for untold numbers of professional jobs. For reasons that will soon become clear my former pride at being an APS Fellow all these years has been turned into shame, and I am forced, with no pleasure at all, to offer you my resignation from the Society.

It is of course, the global warming scam, with the (literally) trillions of dollars driving it, that has corrupted so many scientists, and has carried APS before it like a rogue wave. It is the greatest and most successful pseudoscientific fraud I have seen in my long life as a physicist. Anyone who has the faintest doubt that this is so should force himself to read the ClimateGate documents, which lay it bare. (Montford’s book organizes the facts very well.) I don’t believe that any real physicist, nay scientist, can read that stuff without revulsion. I would almost make that revulsion a definition of the word scientist.

So what has the APS, as an organization, done in the face of this challenge? It has accepted the corruption as the norm, and gone along with it…

I do feel the need to add one note, and this is conjecture, since it is always risky to discuss other people’s motives. This scheming at APS HQ is so bizarre that there cannot be a simple explanation for it. Some have held that the physicists of today are not as smart as they used to be, but I don’t think that is an issue. I think it is the money, exactly what Eisenhower warned about a half-century ago. There are indeed trillions of dollars involved, to say nothing of the fame and glory (and frequent trips to exotic islands) that go with being a member of the club.

Para acessar o link original da postagem, clique aqui.

E agora? O que vocês acharam de mais essa?

Tem como acreditar nessa fraude do aquecimento bobal antropogênico?

Seguiremos na luta divulgando cada vez mais.

Para quem quiser saber mais informações, se inscreva no meu canal do YouTube!

Basta acessar ao link abaixo.

YouTube_logo_2015.svg

Conheçam também o novo canal! Ciência do mundo real, que será dedicado somente a ciência.

unnamed

Grande abraço a todos!

0 Replies to “A FRAUDE do aquecimento global antropogênico é provada mais uma vez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *