Terra mais VERDE! Fertilização com dióxido de carbono!

Caros leitores;

Segue uma publicação direta do site da NASA.

De um quarto a metade das terras com vegetação da Terra tem mostrado uma ecologia significativa nos últimos 35 anos, em grande parte devido ao aumento dos níveis de dióxido de carbono atmosférico, segundo um novo estudo publicado na revista Nature Climate Change em 25 de abril.

Uma equipe internacional de 32 autores de 24 instituições em oito países liderou o esforço, que envolveu dados de satélite do espectrômetro de imagens de resolução moderada da NASA e do instrumento de radiômetro avançado de alta resolução da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA), para ajudar a determinar o índice de área de cobertura de folhas, sobre as regiões vegetadas do planeta. O “greening” representa um aumento nas folhas das plantas e árvores equivalente em área a duas vezes o território continental dos Estados Unidos (9 371 174 km²).

change_in_leaf_area
Esta imagem mostra a mudança na área das folhas em todo o mundo de 1982-2015. Credits: Boston University/R. Myneni

As folhas verdes usam a energia da luz solar através da fotossíntese para combinar quimicamente o dióxido de carbono extraído do ar com água e nutrientes extraídos do solo para produzir açúcares, que são a principal fonte de alimento, fibra e combustível para a vida na Terra. Estudos mostraram que com o aumento das concentrações de dióxido de carbono, há um aumento da fotossíntese, estimulando o crescimento das plantas.

No entanto, a fertilização com dióxido de carbono não é a única causa do aumento do crescimento das plantas – o nitrogênio, a mudança da cobertura da terra e as mudanças climáticas por meio da temperatura global, precipitação e mudanças na luz solar contribuem para o efeito de esverdeamento. Para determinar a extensão da contribuição do dióxido de carbono, os pesquisadores usaram os dados do dióxido de carbono e de cada uma das outras variáveis ​​isoladamente por meio de vários modelos computacionais que imitam o crescimento das plantas observados nos dados de satélite.

Os resultados mostraram que a fertilização com dióxido de carbono explica 70% do efeito de greening, disse o co-autor Ranga Myneni, professor do Departamento de Terra e Meio Ambiente da Universidade de Boston. “O segundo mais importante é o nitrogênio, com 9%. Então, vemos o papel descomunal que o CO2 desempenha nesse processo ”.

link origina em Inglês, clique aqui.

No vídeo abaixo, converso com o Engenheiro agrônomo Mário Fontes, sobre o global greening, que foi citado acima, no qual o Mário nos trás a sua experiência de anos de trabalho na área de agronomia, inclusive com estufas com o uso de CO2.

Espero que gostem!

Forte abraço a todos!

2015, 2016 e 2017 foram os anos mais quentes da História? Parte 2

https://thiagomaiablog.wordpress.com/2018/06/11/2015-2016-e-2017-foram-os-anos-mais-quentes-da-historia-parte-2/

Os níveis de CO2 na atmosfera são os mais altos da História?

https://thiagomaiablog.wordpress.com/2018/05/23/os-niveis-de-co2-na-atmosfera-sao-o-mais-alto-da-historia/

A regeneração da Amazônia.

https://thiagomaiablog.wordpress.com/2018/05/18/a-regeneracao-da-amazonia/

A desertização reversa.

https://thiagomaiablog.wordpress.com/2018/04/16/a-desertizacao-reversa/

Prof Molion desmente risco de desertificação da Amazônia!

https://thiagomaiablog.wordpress.com/2018/05/08/prof-molion-desmente-risco-de-desertificacao-da-amazonia/

Proibição de uso do fogo provoca perda de biodiversidade no Cerrado.

https://thiagomaiablog.wordpress.com/2018/01/29/proibicao-de-uso-do-fogo-provoca-perda-de-biodiversidade-no-cerrado/

 

0 Replies to “Terra mais VERDE! Fertilização com dióxido de carbono!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *