Cientistas alemães suspeitam de “sérios doping” em dados para caberem em modelos climáticos.

Serious Climate Doping Suspicion Against RSS: Satellite Temperatures Raised One And Half Tenths Of A Degree

Por: Dr. Sebastian Lüning and Prof. Fritz Vahrenholt

As temperaturas podem ser medidas a partir do solo e por satélites. Dados de satélite têm duas versões, UAH e RSS. A versão do UAH (Universidade do Alabama, Huntsville) faz uma impressão sólida. A versão RSS mostra maiores desvios e sugere um aquecimento mais forte.

Por quê?

Doping dos dados:

Ambos os conjuntos de dados seguramente obtêm os seus dados por satélites e eles são similares. A explicação está em um “pós-processamento” dos valores medidos pelo grupo RSS. No gráfico abaixo, você pode ver a versão antiga em vermelho.

doping dados
Temperatura global baseada em medições por satélite RSS. De Climate4You Boletim de junho de 2018.

Em algum momento a partir de meados de 2015, o pessoal da RSS elevaram as temperaturas a partir do ano 2000. Portanto, hoje você pode encontrar os valores da curva azul no banco de dados. Como resultado desta mudança de dados subseqüente, o aquecimento adicional foi gerado a uma velocidade de um décimo e meio de grau. Não parece muito, mas é muito se considerarmos que o aquecimento do século 20 foi de apenas oito décimos de grau.

Dados sobre esteroides estatísticos:

É um pouco como um recorde mundial de salto em altura de 2,40 metros depois sendo mudado para 2,45 metros pela Federação Internacional de Atletismo. Poderíamos chamar isso de doping de desktop, o que certamente não seria uma descrição ruim para a intervenção do RSS.

Estatísticos de RSS massivamente massagearam seus dados sob o radar, sem qualquer interesse da mídia. Alguns anos mais tarde, novos registros de calor são surpreendentemente reportados, mas, em muitos casos, provavelmente apenas através das medidas de promoção do doping de desktop.

Alterem os dados para se ajustarem aos modelos quebrados:

As mudanças afetam a fase do hiato, aparentemente devido ao medo de que o aquecimento não continue. Os valores foram simplesmente elevados. É um caso clássico em que as leituras não confirmaram os modelos. Mas em vez de melhorar os modelos, os dados de medição foram alterados. Quase não há outras disciplinas por aí onde as coisas funcionam dessa maneira, pois se a natureza não corrobora os modelos, o “errado” é a natureza, mas nunca os modelos, como diz o Prof Molion, os dados são torturados, e é mais fácil para eles adequarem os dados, para continuar a sua rede de mentiras.

Mais uma vez, está claro que precisamos urgentemente de verificações relacionadas ao clima. O dano à confiança já está feito. Agora, apenas verificações mais rigorosas podem ajudar e restringir os funcionários em casos de suspeita, por toda a vida, no caso de reincidentes.

Fraude Criminal:

Proposta: Qualquer pessoa que fabrica ou falsifica dados climáticos, ou os leva voluntariamente ao público, deve ser punido com 2 anos de prisão.

Veja também…

2015, 2016 e 2017 foram os anos mais quentes da História? Parte 2

https://thiagomaiablog.wordpress.com/2018/06/11/2015-2016-e-2017-foram-os-anos-mais-quentes-da-historia-parte-2/

Uma análise estatística das correlações espúrias na ciência do clima.

https://thiagomaiablog.wordpress.com/2018/07/25/uma-analise-estatistica-das-correlacoes-espurias-na-ciencia-do-clima/

Dinâmica não linear: O clima é caótico?

https://thiagomaiablog.wordpress.com/2018/07/27/dinamica-nao-linear-o-clima-e-caotico/

Agrotóxicos: Mitos e verdades!

https://thiagomaiablog.wordpress.com/2018/07/13/agrotoxicos-mitos-e-verdades/

O que são as manchas solares e quais as suas implicações?

https://thiagomaiablog.wordpress.com/2018/08/02/o-que-sao-as-manchas-solares-e-quais-as-suas-implicacoes/

El Niño e La Niña – Origens e implicações climáticas – Com Prof Luiz Molion

https://thiagomaiablog.wordpress.com/2018/04/30/el-nino-e-la-nina-origens-e-implicacoes-climaticas-com-prof-luiz-molion/

Siga nosso blog: https://thiagomaiablog.wordpress.com

Inscreva-se no canal do YouTube:

YouTube_logo_2015.svg

Curta a página do Facebook:https://www.facebook.com/thiagomaiablog

Instagram e Twitter: @thiagomaia2503

Curta, compartilhe, deixe sua pergunta e comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *